S.B.C.E. OLARIA GUABIRUBA-SC

Blog

Terça, 19 de março de 2019

Absolutos!

Olaria recebeu neste último sábado (16) em seus domínios o Sr. Afonso e seus “descendentes” do futebol veterano a equipe do Cruzeiro de Gaspar, que nos últimos três anos vem se modificando bastante, o que é bom para esse clube tão tradicional é claro, pois sua história vai se reescrevendo. Em uma ótima partida dos mandantes e a vitória saiu com contundência, Olaria 3 x 0 Cruzeiro.

Foi um primeiro tempo magrinho, mais com um grande futebol jogado. A equipe visitante em alguns poucos momentos conseguiu contra-atacar, porem suas jogadas paravam nas boas atuações do setor defensivo, dupla de zaga (Zé e Juliano) estavam fortes e pontuais na bola, quando estes não chegavam era a vez dos laterais (Rudi (Leandro) e Jorge (Betinho)) e para fechar o paredão Matheus com segurança interceptava as poucas bolas que passavam, ainda o renovado Beto fechando a frente dessa turma. Com um setor defensivo imponente, o que nos restava era ir para cima e fazer valer nosso mando de campo, em decorrências das roubadas de bola defensivas o ataque criava, criava, criava e criava, por todas as frentes conseguíamos chegar a meta cruzeirense, porem por lá obviamente também haviam bons jogadores de contenção e estava difícil furar essa defesa. Com boas bolas em profundidade pela direita Sassá tentava de tudo, pela esquerda tínhamos Adélio e Valdemar e ainda pelo centro o incansável Negão. Finalmente em boa enfiada na área pelos arredores da marca da cal, Valdemar recebe a bola tenta driblar o marcador e é derrubado e se está perto da cal o negócio é apontar pra ela, pênalti para o Olaria, Valdecir vai pra cobrança e ai é bola para um lado goleiro pra outro e o zero sai do placar.

Vamos a segunda etapa, muitas mudanças nas duas equipes, o que para o Olaria é sempre uma rara surpresa de ocorrer. Folego novo não faltou e com isso o plano não poderia ser outro, ir para cima e criar números novos no placar. Após o chute inicial e alguns toques de bola Marcos um dos fôlegos novos recebe a bola e mete um belo lançamento ao também fôlego novo Theo que domina e meio que caindo consegue tirar do goleiro e marcar nosso segundo gol, um gol que deu a ele a façanha de ter uma média que nem Messi conseguiu, 1 gol por minuto jogado, rsrsrsrsr, já que entrou fez o gol e saiu contundido. Olaria não parou de jogar, estava em todas, roubando bolas com a nova zaga (Gaúcho e Cesar), e na frente a mescla do que se manteve aos que deram vida nova à fronte (Raposo, Marcos), Olaria queria mais e assim nessa gana de buscar até as bolas perdidas, Negão o dito 300 kgs, ganha na corrida e no corpo de seu marcador recupera a bola e dá um passe na medida para Adélio que domina pensa e arremata o terceiro e último gol de nossa vitória.

Grande Sr Afonso, um prazer receber o Sr. novamente aqui em nossa casa! O lamento fica por conta de alguns novos e outros nem tanto da equipe cruzeirense que gostam de barulho desnecessário, desvirtuando a essência do que que é esse esporte, onde também infelizmente ouvimos que quando no jogo da volta vamos ser punidos (entendedores entenderão). Mais não se preocupem, estaremos lá!!

Olarianos, que bonito foi ver e ainda poder participar desse jogo, jogamos muito bem e isso deve ser dito!! Volume de atletas dá volume de jogo, compromisso dá resultado, amizade fortalece equipe, resenha pós jogo afirma amizade! Isso é Olaria, Obrigado!

Fomos assim a campo: Matheus, Rudi, Juliano, Zé e Jorge, Valdecir, Beto, Sassá e Adélio, Valdemar e Negão. Ainda com total empenho tivemos: Gaúcho, César, Leandro, Betinho, Marcos, Raposo e Theo!

Boa semana a Todos!

Att.: Valdecir Roling

10 pessoas comentaram. Leia e comente também!
Quarta, 13 de março de 2019

Campo “Zicado”.

No último sábado (09), Olaria foi a cidade de Camboriú para lá enfrentar/confraternizar com o os amigos do União Bandeirante. O jogo aconteceu no campo do colégio agrícola e por lá temos mantido uma escrita dolorida que é ter atuações estranhas em campo e que em sua decorrência saímos com placares adversos e muiitttto estranhos em relação ao que viemos jogando. Na ocasião União Bandeirante 6 x 4 Olaria.

Com um grupo bem reduzido, 13 “atletas”, o jogo iniciou bem, e sendo jogado com classe pelas duas equipes, porem por volta dos 10 min a sina teve início, em um cruzamento da esquerda próximo ao centro do campo em direção ao semicírculo na entrada da área, nossa zaga não conseguiu cortar e a bola encobriu o zagueiro deixando o avante do União em ótima condição de gol e este não titubeou metendo uma bela puxeta encobrindo nosso arqueiro. Ainda sem saber que a zica iria nos pegar, retomamos nossa rotina de jogo e vínhamos atacando bem, tocando a bola com calma e fazendo boas jogadas, onde uma delas acaba por resultar no gol da insistência, Jorge em boa jogada de triangulação com o companheiro olariano invade a área pela ponta esquerda, onde avista nosso avante e emenda um chute forte em sua direção, a zaga tenta cortar mais a bola acaba indo contra o patrimônio dando a nós a condição de empate. A bola volta a rolar e junto dela os estranhos problemas vão aparecendo, em bola enfiada pela direita a zaga olariana fica com a posse de bola mais na indecisão de como expulsar a bola de perto da nossa área o avante União consegue tomar a redonda e acerta de pronto um passe ao seu companheiro que espera livre dentro da área, golll dos donos da casa. Por incrível que pareça quase que como um déjà vu, novo lance pelo ataque do união, nova indecisão Olariana e novo gol mandante. Olaria queria jogo, queria a vitória e buscava isso a todo instante, em boa cobrança de falta pelo canto direito da área de nosso ataque, Rud lança quase que com as mãos no segundo pau onde por lá este que vôs relata mete uma testada a queima roupa colocando mais um gol a nosso favor no placar. O primeiro tempo ainda queria mais e infelizmente o mais era em favor dos donos da casa, onde o lateral esquerdo partindo em direção ao gol, quase perde a bola mais ainda consegue um chute em direção ao gol, a nossa zaga fica parada e a bola que estava indo para fora do gol é alcançada pelo avante do união que consegue empurrar para o fundo das redes.

Vamos a segunda etapa, voltamos com a mesma formação que finalizou o primeiro tempo, e também mantendo a mesma vontade de vencer e assim conseguimos chegar ao nosso terceiro gol na partida, em bonita jogada pela esquerda, Sassá invade a área avista Beto que chega com grande vontade de gol e junto dele Raposo e assim na vontade mutua acabam se atrapalhando com a bola que vai sobrar na frieza dos pés de Negão que balança as redes, porem as distrações que raramente ocorriam estavam ali rondando nosso gol, dessa vez em bola cruzada da direita para a esquerda ficamos postados dentro da área dando condição de aproximação do ataque mandante e este em questão, novamente não perdoou, de primeira consegue um belo chute na direção do nosso improvisado goleiro do dia Theo. O placar já aponta União 5 x 3 Olaria, quando finalmente a equipe da casa consegue realizar uma joga inteira com sua organização e habilidade, tocando bem a bola e nos deixando sempre a um passo a traz, chegando a um belo gol de pé em pé (quando digo finalmente não estou tirando os méritos de sua vitória e sim fomentando que este gol não foi de nossa desatenção), chegando assim ao sexto e último gol da turma de Camboriú. Olaria ainda não se deu por vencido, lutou correu, cansou caiu, se reergueu, e isso se via no semblante de todos e no quanto estavam exaustos em lutar. Luta essa que nos premiou com mais um gol, agora em bonita enfiada de bola do sempre garçom Valdemar, a bola se apresenta lindamente para Raposo que dá um drible seco no marcador e quase sem ângulo dá números finais a partida com um belo gol.

O pós jogo foi pra lá de bom, fomos recebidos em um recando escondido no centro da cidade e por lá regado a uma cervejinha no capricho somado a boas resenhas a noite foi curta, galera que sempre nos recebe bem e sempre temos boas mentiras e risadas pra compartilhar, Deixamos um muito obrigado pelo jogo e pelo pós jogo, sem falar na amizade que só tem a crescer, Parabéns União.

Olarianos que em pouco número mais muito comprometidos lutaram pela conquista que não ocorreu. Tivemos um placar adverso por questões quase nunca vistas antes, porém também tivemos questões já vistas antes que poderiam ter dado outros números na partida, que foram a quantidade de gols perdidos. Não podemos apenas nos apegar as falhas defensivas quando também temos faltas graves na conclusão de gols. Isso, no entanto vem mostrar com mais clareza que uma equipe se faz pelo conjunto, onde todos ganham e todos perdem, sem ter de fato um dedo apontado a um ou dois indivíduos que fizeram parte do espetáculo. Que venha o Cruzeiro e diante destes possamos mostrar com a mesma garra apresentada diante do União o quanto somos fortes e aguerridos. Parabéns a todos que lutaram em campo. Zé, pelo que vi em campo e ao final do jogo, você foi o motivador de todo o empenho e luta de todos, infelizmente não conseguimos, mais demostramos uma bela luta onde podemos sair TODOS de pé e cabeça erguida. VOOMMM dallle, sábado tem Olaria o Cara!!!

Olarianos assim foram dispostos: Theo, Rud, Juliano, Zé e Jorge, Beto, Valdecir, Leandro e Sassá, Valdemar e Negão. E ainda em igual força: Raposo e Gaúcho. Tivemos também a ilustre presença de Adélio que sem condição de jogo esteve torcendo pela equipe in loco.

Boa semana a todos!!!

Att.: Valdecir Roling

11 pessoas comentaram. Leia e comente também!
Terça, 5 de março de 2019

Iniciando a vida da bola em 2019!!

É isso aí meus nobres amigos e leitores, voltamos finalmente as atividades futebolísticas quase sagradas de todos os sábados à tarde!!! Tivemos o prazer de receber a turma do Grêmio de Itajaí, e de quebra sair de campo tomando uma gelada a beira do campo contemplando aniversário de amigos e saboreando a bela vitória, Olaria 6 x 3 Grêmio.

Com um grupo não tão completo como gostaríamos, pois, até convidados tivemos de arrumar para compor elenco em número dito ideal. Já a equipe do Grêmio, por sua vez, veio ao nosso encontro apenas com um elenco de 11 jogadores, a razão foi um descuido da equipe em ter marcado jogo com duas equipes, porém é salutar que os mesmos vieram e honraram o compromisso, tanto com o Olaria quanto com a outra equipe, parabéns pela atitude!

Em um primeiro tempo de muito, muito, muito, muito, muito calor... tivemos um jogo com uma pequena correia e que com pouco tempo deu uma diminuída, pois não sei se mencionei, mais estava muito calor. Olaria criou algumas boas chances de gol e estas paravam na simples falta de pontaria que tivemos e diante disso tivemos um pequeno castigo um choque de realidade, não se ganha jogo jogando com preguiça. Em uma tentativa de ataque, sofremos um contra-ataque e que em poucos toques de bola Grêmio saiu de seu campo de defesa e chegou até a pequena área e logo abriu o placar. Não demorou a acordarmos, em menos de 5 minutos Olaria avançou pela direita, Sassá recebeu a bola e rolou para Valdemar e este na tentativa de drible para o gol deixou a zaga deitada e que sem pudor meteu a mão grande na bola e se foi dentro da área meus nobres... é penaltiiiii, e este foi batido e convertido por Valdecir. Entramos no ritmo do jogo e aí não perdemos tempo, Sassá recebe bola pela direita invade a área driblando dois marcadores avista Negão que domina com classe e mete um chute forte no alto sem chances de defesa do goleirão.

Vamos a segunda etapa, algumas alterações em nosso grupo e um folego altamente necessário àquele momento do jogo. Falta na entrada da área pró Olaria, Sassá pega a bola ajeita e mete um belíssimo chute por cima da barreira e a redonda só foi parar nas redes do gol. E vem mais por aí, Valdemar o grande garçom não poderia ficar de fora da festa, assim que recebe a bola avista Billi que invade a área e com um drible curto no zagueiro mete no cantinho do gol, sim já estamos em 4 x 1. Agora ainda sem explicação, porem em uma realidade esplêndida, Negão (de volta a campo) recebe a bola e pasmem... toca para Sassá que não perdoa chegando ao nosso quinto gol. A partir daí, deixamos o ritmo cair e demos muito espaço ao time de Itajaí e estes não deixaram por menos e em menos de 10 min. conseguiram dois belos tentos em contra-ataque deixando o jogo com um placar bem perigoso para nós. Creio que parte de nosso sucesso no jogo tenha como ponto favorável o número reduzido de atletas do lado oposto e assim conseguimos ainda o sexto gol fechando a partida, Leandro pela ponta esquerda dá um belo presente a Billi que em arrancada diagonal arruma a bola e faz talvez o gol mais bonito da partida com a bola fazendo uma bela curva indefensável ao goleiro gremista.

De maneira geral foi um belo jogo por ser um início de temporada, voltar a ver os amigos, tomar umas geladas e escutar as mentiras de coisas que ninguém fez nas férias, vestir essa camisa que tanto gostamos. É sempre um grande prazer ter todos esses amigos vetéras e ou a parte que veio para este primeiro jogo,

Olaria foi assim a campo: Matheus, Rud, Juliano, Zé e Betinho, Valdecir, Leandro, Sassá e Adélio, Valdemar e Negão. Ainda em ótimo trabalho vimos participar em igual desempenho: Beto, Jorge, Marcos e Billi.

Grande abraço a todos e uma ótima semana!!

Att.: Valdecir Roling

15 pessoas comentaram. Leia e comente também!
Sexta, 28 de setembro de 2018

Acaba logo setembro!

Olaria recebeu a equipe do Itajaí-Açu neste último sábado para mais um jogo da saga triste do mês de setembro. Passamos um ano inteiro sem ser derrotados em casa e só neste mês dos 3 jogos q tivemos até então 2 deles foram em casa e com sonoras derrotas, que até seriam fáceis de engolir se não fossem as péssimas apresentações que tivemos.

Não vou falar do jogo nessa resenha, apenas dos destaques, ok! O placar do jogo foi Olaria 2 x  5 Itajai-Açu. Os destaques Olarianos ficam a cerca de Sassá onde participou com as duas assistências de nossos gols, foram duas belas jogadas, onde na primeira e ainda na primeira etapa, recebeu bola pela direita de nosso ataque invadiu a área e tocou para Valdemar Livre de marcação recebeu e deu um gelo enorme na multidão, chutou na trave, porem a bola voltou a seus pés e ai sim a conversão do gol. Segundo tempo, segundo gol, Sassá agora pela esquerda de nosso ataque, invade a área dribla o marcador e toca para Theo que recebe e dá um giro a estilo Negão, sim o famoso drible 360° e bate sem chances de defesa.

Olaria foi a campo com: Matheus, Rud, Jorge, Zé e Betinho, Valdecir, Sassá, Adélio e Marcos, Negão e Valdemar. Ao transcorrer tivemos a participação de: Izaias, Beto, Leandro e Theo.

Bom resto de semana aos amigos!

Att.: Valdecir Roling

1 pessoa comentou. Leia e comente também!
Quinta, 20 de setembro de 2018

Natal Chegou Mais cedo!

Neste último sábado (15), Olaria recebeu a turma do Cruzeiro que também é da cidade de Guabiruba, ou seja, um clássico local. Porém, por sobre a magia que sempre envolve clássicos, tivemos também um senhor chocolate, sim isso mesmo tomamos uma bela goleada de Olaria 3 x 6 Cruzeiro.

Início de jogo, Olaria sem alguns de seus guerreiros que guardam a frente da meta, e aí rolou uns improvisos, que fatalmente deram uma leve interferida no resultado. Rola a bola e junto dela um belo temporal vem dos seus, seria talvez o pressagio do banho de gols que tomaríamos!! Em princípio tivemos um início bom, dominando o jogo acertando algumas boas jogadas de ataque, sofremos ainda antes dos 10 min. uma penalidade e a partir dali as coisas começaram a dar errado, Valdecir vai para cobrança e o bendito (sim este que vos relata) bate mal e ou o goleiro salta bem e defende o que seria o primeiro gol. Minutos depois ataque dos azuis e um belo chute cruzado no canto superior de nosso gol abre o placar do jogo, sem perder tempo Olaria consegue o empate em cobrança de falta realizada por Adélio que desencantou e conseguiu fazer a bola passar da barreira, jogo empatado. Sem perder tempo Cruzeiro vai ao ataque e dessa vez bem rápido, um atrás do outro, chute de fora da área goleiro rebate e a bola se apresenta ao avante sozinho que só precisa balançar as redes, e já de pronto novamente o mesmo chute laaaaaaaa de longe fora da área, Maicon de novo ele, porem agora a bola vai direto na gaveta um belíssimo gol e este já sendo o terceiro da equipe que nos visitava e assim também o fim do primeiro tempo.

No ritmo do 3 vira 6 acaba, vamos aos erros de mais 3 gols que tomamos, antes porem conseguimos diminuir com um gol de Leandro que consegue resgatar uma bola perdida e meter um belo chute de perna canhota (do mesmo - laaaaaaa de longe fora da área) encobrindo o goleiro adversário. Voltamos a programação, Cruzeiro vai em contra-ataque a bola passa pela zaga e na saída de nosso arqueiro o avante consegue o drible e com o gol vazio já sai comemorando, segue o baile, falta no atacante azul bem no meio de campo e este inteligentemente pega a bola e cobra rápido deixando seu colega livre em direção do gol e na saído do goleiro olariano bate deslocando o mesmo. Olaria respirando por aparelhos consegue chegar mais uma vez ao ataque e novamente Adélio em tarde inspirada consegue um bonito chute de fora da área metendo no cantinho da trave colocando um 3 em nosso placar, mais o jardim estava florido pra galera do outro bairro e pra fechar o caixão olariano um chute feio de bico do tipo não tenho pra quem passar vo chutar e ver o que vai dar, sim foi assim que saiu o último gol cruzeirense, a bola ainda desvia na zaga antes de entrar.

Parabéns a turma do Aymoré pela bela vitória e o jogo bem jogado, vamos ainda tentar mais uma vez jogar e ganhar desse povo..rsrsrrs... Apesar da chuva e do campo escorregadio a galera se comportou bem em campo sem jogadas maldosas pra nenhum dos lados.

Olarianos, por conta de algumas ausências e improvisos, algumas falhas cruciais e talvez a falta de um pouco de gás, tomamos esse sapeco. Aprendizado temos em todos os momentos e assim talvez mais um!

Fomos fardados ao jogo assim: Matheus, Rud, Zé, Valdecir e Betinho, Beto, Leandro, Sassá e Adélio, Valdemar e Theo. Na sequência tivemos a participação de: Laguna, Negão e a ilustre presença de Jorge.

Grande abraço a todos!!!

 

Att.: Valdecir Roling

7 pessoas comentaram. Leia e comente também!
Quarta, 12 de setembro de 2018

Jogo Feio

Sábado (01), Olaria foi ao colégio agrícola de BC para então confraternizar e jogar uma bolinha coma turma do SERCAMA, já amigos de longa data. Em um jogo horrível principalmente de nossa parte, não pela derrota mais sim pelo fiasco que fomos em campo, saímos derrotados pelo placar de SERCAMA 4 x 3 Olaria.

Primeiro tempo onde só a equipe da casa jogou, meteu 3 balaços nas nossas redes, fora o baile, pois poderia ter sido bem mais caso não desperdiçassem algumas boas bolas e em outros momentos claro Matheus salvando a nossa pele. Os caras metiam “lançamentos” da defesa direto ao ataque e não conseguíamos intervir e assim foi, 1 gol, 2 gols e 3 gols. Já os olarianos, jogavam uma pelada, todos meio perdidos de suas funções/posições onde a nossa sorte foi chegar ao fim o primeiro tempo.

 Segunda etapa veio e com isso pelo menos de postura demos uma mudada, já tivemos algo que pudesse dizer igualdade de jogo, só faltava a bola entrar, começamos a bater finalmente ao gol coisa que na etapa inicial nem isso ocorreu. Porem os gols só começaram a rolar bemmmm lá no finzinho do jogo depois dos 30 min., Cruzamento da direita vindo dos pés do então lateral Leandro e no meio da pequena área Negão mandou uma bela cortada da linha dos três e tira o zero de nosso placar. Banhozinho de água fria vem logo em seguida mais um chutão da zaga e a bola fica nos pés do avante do SERCAMA que invade a área e por sobre o goleiro faz o quarto gol. Jogo dolorido depois das ótimas atuações que vínhamos tendo, mais olaria nunca se entrega à derrota não importa tempo e nem placar, se vamos pra jogar.... vamos pra jogar.... e ai vem uma mudança importante no time sai Valdecir para a entrada do grande garçom do time Valdemar. Antes do momento Valdemar, temos uma intervenção de Betinho que rouba a bola na saída de jogo do time da casa e este lança para Negão que recebe avista o goleiro pensando em sair para evitar o cruzamento e dali de fora da área e longe, Negão muito esperto chuta no primeiro poste não dando tempo ao goleiro de se recompor golaço de Negão. Agora sim Valdemar, dentro da grande área um pequeno bate rebate e este consegue se antecipar a todos pegar a bola e ajeitar no capricho para Betinho que de pronto mete um sem asa no canto direito do goleiro, indefensável e um lindo gol pró Olaria. Chegamos ao placar anunciado lá no início, pena que não tínhamos mais tempo de jogo e assim ficamos.

Parabéns a turma do SERCAMA sempre muito amistosa e receptiva, turma a qual gostamos muito de visitar e sermos visitados, sempre jogos sendo jogados na bola sem maldade e ou deslealdade. Depois ainda tivemos o prazer de saborear uma bela refeição.

Olarianos demoramos a nos achar em campo, e isso foi o crucial da partida o que resta é dizer que fica o aprendizado para quem sabe não errarmos novamente. De forma geral ainda acho que foi um bom jogo.

Fomos assim a campo: Matheus, Rud. Juliano, Zé e Leandro, Sassa, Valdecir, Laguna e Adélio, Theo e Valdemar. Sondo ao grupo ainda: Betinho, Negãoe Isaias.

Grande abraço a todos!!

 

Att.: Valdecir Roling  

4 pessoas comentaram. Leia e comente também!
Segunda, 27 de agosto de 2018

Empate bonito de ver!

Neste último sábado (25), Olaria foi a Camboriú lá pelas bandas dos Macasos para então realizar mais uma jogatina de futebol veterano com a turma do Vila Real. Dia lindão que ficou de contraponto aos dias que antecederam esse sábado ensolarado de apenas uns ventinhos cortantes. Jogo bonito de se ver, disputado na bola sem maldade nas jogadas, com paradas acontecendo por parte dos atletas quando viam algum jogador com algum problema, coisa bacana de se ser, futebol veterano sendo futebol veterano. Sim o placar também foi bonito, não digo justo por conta de que sempre se quer a vitória e isso vale para ambas as partes, Vila Real 2 x 2 Olaria.

Jogo de toque de bola, equipes se estudando, Vila veio forte para o jogo pois além de jogar em casa gostaria de presentear seu comandante que brilhantemente coordena a galera e estará comemorando mais um ano de vida nesse próximo dia 28. Vila Real com o grupo recheado, estava com praticamente 2 times para pôr em campo, já Olaria manteve a média de jogadores quando joga fora 13 jogadores, logo além de correr até o folego desaparecer e as pernas amolecerem, tínhamos de achar um algo a mais para não trazer uma sacholada de gols para casa. Mantendo uma escrita que temos quando jogamos nesse campo, Olaria abriu o placar logo cedo, ainda eram jogados apenas 10 min. da primeira etapa quando Valdemar recebe boa bola pelo meio de campo dribla dois marcadores e consegue um lindo passe na infiltração de Theo rumo a grande área e este em “velocidade” invade a área e consegue um chute colocado no canto oposto do gol e ai meus nobres é sair pra encontrar os abraços e sorrisos dos companheiros. Ainda na primeira etapa o revés aconteceu, em saída de bola pela nossa lateral a redonda fica nos pés do meia armador do Vila (muito bom por sinal) que lança a bola invertida ao ataque esquerdo do Vila, bola alçada para dentro da área, bate rebate e a danada fica nos pés do jogador da casa que domina e bate sem chances de defesa para o grande Matheus, jogo empatado e assim caminhou até o fim da primeira etapa. Não podemos passar para a segunda parte sem mencionar que nessa primeira parte Olaria teve algumas ótimas oportunidades de gols tanto chegando pelo meio como em cruzamentos partindo das laterais e claro os mandantes do jogo chegavam fortes a meta de gols, onde tanto na primeira parte do jogo como na segunda tivemos uma dupla de zaga espetacular – Zé e Juliano – e quando a bola passava por eles tínhamos um Matheus de baixo das traves catando magnificamente bem, comprovando nas entrelinhas as boas avançadas ao ataque por parte do Vila Real.

Agora sim vamos a segunda parte do jogo, Vila como mencionado tinha um batalhão de gente pro jogo e as trocas foram muitas e bem proveitosas, na minha visão inicial até deu uma envelhecida na média de idade, porem a qualidade ficou no mesmo nível e como o gás da turma da casa estava sempre em alta logo conseguiram a virada no placar, bola enfiada ao atacante que chega dividindo com o goleiro, a bola ainda beija a trave e volta aos pés do mesmo que, insiste e consegue balançar as redes. Jogo poderia ser de um placar até elástico dado as oportunidades que um dos avantes da casa perdeu e nessa de quem não faz toma o empate aconteceu. Jogo já corria para o quarto de hora final quando em uma luta de recuperação da bola Deni (olariano) próximo a lateral e ainda perto da grande área consegue recuperar a danada, cruza na grande área a bola desvia na zaga e sobra bunitinha para o estreante do dia Marcos que de pronto bate no alto sem chances de defesa empatando o jogo.

Diferente dos últimos anos onde Vila Real e Olaria mais batiam boca do que jogavam bola, este encontro como mencionado no início da resenha foi um jogo de futebol veterano, mantendo apenas as pequenas reclamações com arbitragem. Que bom que tivemos isso e assim esperamos seguir e manter essa essência dentro do futebol. Vila Real certamente não teve o resultado esperado, mais comemora a amizade de grupo como poucos que encontramos pelos caminhos da cal, sempre muito festivos e com carnes a regalia para quem quiser saborear a janta por eles oferecida, parabéns. Ainda deixo os parabéns ao Branco pelo trabalho e pela passagem de seu dia (amanhã), felicidades.

Olaria, mais uma grande partida apresentada, onde o que faltou foi apenas qualidade em algumas jogadas que claro poderia ter se concluído em gols, mais sair desse jogo com o placar em igualdade creio ter sido um grande feito para o elenco novamente bem reduzido, onde tínhamos apenas 2 substituições sendo que uma era uma estreia. Parabéns a todos pela dedicação e força de vontade apresentados em campo, foi de fato uma linda apresentação.

Olaria assim se apresentou: Matheus, Leandro, Zé, Juliano e Rud, Valdecir, Sassá, Adélio e Laguna, Theo e Valdemar. Somando forças tivemos ainda: Deni e Marcos.

Grande abraço a todos!!! Que seus dias dessa semana sejam plenos e agradáveis, sábado estaremos de volta!

Att.: Valdecir Roling.

5 pessoas comentaram. Leia e comente também!
Quarta, 22 de agosto de 2018

O jogo fora que foi em casa.

Neste último sábado (18), Olaria iria a Camboriú para já realizar o jogo da volta com os amigos do União Bandeirante, por conta de alguns acasos que acobertaram essa possibilidade conseguimos ajustar as coisas (pois não podíamos deixar passar esse encontro) e transferir o jogo para Guabiruba.

Jogo, que foi bem no sacrifico para os dois lados, sendo um tantinho a mais para a equipe do União, pois a galera de Camboriú veio na conta, apenas em 11 e nós estávamos em 15 “atletas” até as contusões e compromissos nos tornar iguais ficando no 11 contra 11. Mais vamos correr atrás da bola que é o que vale. União veio em uma blitz estrondosa pra cima de nós e em 10 ..... 15 min. foram uns 8 chutes a gols e apenas por sorte nosso e falta de precisão deles o gol não saia. Mais o tal tanto bate até que fura se fez valer, em belo lançamento do campo de defesa o ponta direita recebe a bola (impedido) e corre com ela até a linha de fundo e de lá cruza redondinho para o outro avante que chegou livre para empurrar às redes e comemorar o gol. Olaria torcia para ver os caras se cansarem e pararem com a pressão, onde até deu uma diminuída mais apenas isso, pois mantiveram um jogo intenso até o fim. Opa, não podemos esquecer do gol de abertura de placar dos Olarianos, Rud em posse da bola lança em profundidade para dentro da área e em dividida para a bola o defensor usa de força desproporcional e derruba o lindo jogador do Olaria e dentro da área meus amigos..... éééé Penalti... e pra bola vai o mesmo que sofreu a falta sim ele.... Vadecir....rsrsrr.... que vai pra batida e marca o gol de empate e alento de tensão em favor dos Olarianos. Apesar da intensidade do jogo nessa primeira etapa o placar ficou nisso mesmo União Bandeirante 1 x 1 Olaria.

Vamos a parte final, onde os incansáveis do União não paravam de correr e buscar a vitória a todo custo (na bola), sem demorar muito uma nova e bonita jogada de infiltração sai o segundo gol, e já logo o terceiro, o que deu nova instabilidade aos olarianos que também sabem jogar bola quando pensam com a cabeça e não apenas com a chuteira, dito isso, jogada pela direita Theo recebe a bola invade a área e avista Sassa do outro lado (parece um repley do primeiro gol do União) que domina ajeita e estufa a rede, folego novo e esperança de buscar o empate nesse jogo que era fora de casa em casa. Felicidade que durou pouco, ainda restavam 15 min. de jogo e o povo começou a pensar que era pelada, ninguém fica todo mundo via, volta que tô indo e dai pra fora..... com isso União apenas precisou esperar as brechas para o  momento do massacre, tomamos mais dois gols sendo o último deles uma linda patada do canto direito da área que foi matar a coruja láááá no canto esquerdo, impossível de defender, um golaço digno dos aplausos de todos (desculpem não lembro dos gols e ordem deles e nem se acertei que esse gol foi o último), lembro ainda que Thiago nos ajudou um bucado apesar de ter marcado dois gols, um ainda dividido com este que vos relata e a sua ajuda veio por conta dos gols que perdeu... valeu Thiago..rsrrsrsr. Fim do Jogo União Bandeirante 5 x 2 Olaria.

Ainda antes do fim dos papos uma observação sobre o que vi do jogo em relação a atuação dos amigos do União: uma bela partida (como dito durante o texto), mais o destaque maior fica pela qualidade de toques e triangulações que realizaram nos envolveram o jogo todo, creio que a ausência das estrelas fez com que todos se doassem mais ao time e com isso vimos bonitas atuações de muitos que em outros tempos não apareciam tanto, PARABÉNS pela dedicação destes 11 atletas e claro do grande mestre. Essa atuação (voltando o comentário para os Olarianos) fez lembrar um jogo que tivemos em Itajaí onde também por conta de algumas importantes ausências tivemos uma atuação de gala.

Olariamos, que bom que perdemos, o excesso de vitórias ao que parece estava fazendo mal, acho que criou em alguns o pensamento de time quase invencível, espero que voltem a usarem as chuteiras que os fizeram correr atrás do jogo (como foi o jogo de Gaspar) e não a que usaram nesse jogo onde esperavam a vitória aparecer do céu a qualquer momento. Vale ainda de ponto positivo dizer que mesmo com o placar elástico e adverso lutamos na bola até o fim. Claro isso vale aos dois elencos, uma bela partida de futebol veterano sem maldade alguma e um jogo de muito respeito e amizade que é o que temos – saber o nome de muitos de seus “oponentes” demonstra que não é apenas futebol e sim um encontro de amigos.

Olaria assim foi a campo: Bruno (quebra galho que entrou numa fria), Rud, Gaucho, Zé e Beto Paz, Valdecir, Beto, Adélio e Sassa, Valdemar e Theo. Ainda tivemos: Juliano, Leandro, Laguna e Deni.

Grande abraço a todos!!

Att.: Valdecir Roling.

5 pessoas comentaram. Leia e comente também!
Quarta, 22 de agosto de 2018

Grande Jogo em Gaspar

Olaria foi a Gaspar encontrar a turma do Sênior Gaspar no sábado (11/08), e conseguiu sair de lá com uma vitória suada, com o placar na diferença mínima Sênior 1 x 2 Olaria.

Em um primeiro tempo de algumas chantes de parte a parte e de um jogo muito bem jogado pelo meio de campo a equipe da casa triangulava bem suas jogas, mais, por méritos da defesa Olariana eram barradas as suas conclusões. Olaria em bonita saída de bola desde sua defesa a bola passa de pé em pé, Matheus, Betinho, Sassa, Adélio de letra, Sassa novamente e este toca para Betinho que dribla um marcador já dentro da área e arremata de pé direito no canto do goleiro  ..... Indefensável.... golllllll e fim da primeira etapa.

Metade final do jogo, tudo segue no mesmo fluxo, agora o Sênior querendo muito mais o jogo que os visitantes olarianos pois precisa alcança o empate do jogo para tentar a vitória, já olaria joga na retranca para segurar a vitória. Passado 20 min. em jogada pela lateral direita do ataque Sênior tabela bonito próximo a linha de fundo invade a área e na saída do goleiro o avante consegue um bonito chute, a bola passa raspando por baixo do goleiro e com isso o empate acontece. Já nos minutos finais da partida 43 min, Deni recebe a bola e com enorme esforço para dominar, pois a bixinha ia fugindo encobre o goleiro e ainda corre para empurra a menina para o gol, Olaria volta a ficar na frente e ai é só esperar o apito final..... que não sabemos bem porque, demorou mais uns 8 min.

Ficamos muito grato ao Sênior e em especial ao Morales, pela recepção e pelo bonito jogo realizado, infelizmente não casou agenda para o próximo ano mais certamente voltaremos a nos encontrar em 2020.

Olaria foi a campo assim: Matheus, Rud, Gaucho, e Beto Paz, Valdecir, Beto, Sassa e Adélio, Valdemar e Theo. Ainda participaram ativamente do jogo: Laguna, Deni e Juliano.

Grande abraço a todos!

Att.: Valdecir Roling

3 pessoas comentaram. Leia e comente também!
Quarta, 8 de agosto de 2018

Uma bela apresentação!

Neste sábado (04) Olarianos se deslocaram a Blumenau com o intuito de encontrar a turma do Veteranos Nova Aurora e assim realizar confraternização futebolística dos vetéras. Digamos que para os olaria a coisa foi bem boa, pois saímos com um belo resultado ao fim do jogo: Veteranos Nova Aurora 1 x 4 Olaria.

Jogo marcado também pelo retorno aos gramados depois de 2 meses deste que vos relata a bagassa, ao qual perdi uns 85,12% de medo de chutar a bola. Em um gramado muito bom e uma estrutura bem bacana o jogo na primeira etapa foi +/- assim – Times esparramados pelo gramados, Juiz fazendo um discurso antes do apito e vamos pro jogo, rola a bola no gramado. Times se estudando, jogadas de gols criadas, defesas acontecendo tudo seguia para um belo jogo (e assim foi, não se preocupe). Alguns impedimentos duvidosos em nosso desfavor começaram a ocorrer e ai um pouco de impaciência com o rapaz do apito começou a pairar sobre nossas cabeças, pois alguns dos impedimentos eram bemmmmmmm fraudulentos. O time da casa foi quem abriu o placar depois de uma vacilada de marcação de nossa defesa o avante do time da casa ficou com a bola e de cara para o gol foi só escolher o canto e balançar as redes, logo depois o placar poderia ter se ampliado se não fosse a magnifica defesa no cantinho e no chão que o grande Matheus executou. Depois dos dois grandes sustos, olarianos aprenderam que se estivéssemos a 30 cm (bem evidentes) de condição legal o juiz iria dar o impedimento e com isso passamos a nos posicionar a 1 mt. pra não correr o risco de ele apitar.... mais acredite os homi ainda gritavam pela infração. Matheus faz uma defesa e já de pronto acerta um lindo lançamento que de forma cirúrgica Raposo desvia a bola em direção a Theo ooooo Garçom e este invade a área mete um belo chute porem o goleirão faz uma grande defesa, onde a bola se apresenta a Raposo que domina e mete um bonito chute sem chances de defesa, jogo empatado e fim do primeiro tempo. Apenas mais comentário sobre as inovações do Juiz: Zagueiro abre os braços, bola na mão é falta segundo a regra do livro de regras, mais para o juiz do jogo se é perto da área e a favor dos visitantes é dois lances, bizarro!

Vamos para o segundo tempo pois a vontade de voltar a vencer era grande e com algumas poucas alterações no intervalo, Olaria conseguiu manter a pegada de grupo e partir pra cima, Theo recebe bola pela direita de nosso ataque e avista Raposo entrando na área pelo lado oposto, cruzamento na medida Raposo domina, ajeita, ajeita mais um pouco e mete um balaço (mentira foi mais um chute colocadinho) no canto da coruja, mais sem duvidas um golaçoçoço. Com o jogo em vantagem olariana a pressão da turma da casa deu uma crescida e assim acabou abrindo um novo caminho de gols para o Olaria, jogadas de contra-ataque foram fervilhando e fomos aproveitando, Theo novamente com a bola em seus pés e dessa vez pela esquerda de nosso ataque, tem agora a opção de Valdemar entrando na área o passo acontece na medida e assim Valdemar tem o trabalho de matar o gol e sair para o abraço, sim já estamos em 3 gols anotados e ainda cabe mais um pra fechar a conta. Theo estava impossível no serviço de garçom e consegue mais uma bela assistência para Valdemar anotar o seu segundo gol da partida. Tivemos ainda mais um gol e que o juizão pra não perder o costume assinalou um novo e inexistente impedimento, haaa ainda tivemos umas duas penalidades não anotadas e uma nova falta na entrada da área e marcada como sendo perigo de gol, dois lances.

Diante do placar tudo fica um tanto quanto divertido, mais se saíssemos com placar adverso sairíamos bem chateados com o juizão caseiro. Mais como dito 1 x 4 deu a tranquilidade pra gostarmos mais do lugar. Sr. Osório receptivo, e um grande anfitrião, elogios merecidos a casa e ao campo, tudo bem organizado.

Olaria com grupo cheio fica bem mais legal de jogar e assim poder ter sempre boas opções nas alterações, podendo assim manter o folego e a qualidade o jogo todo, tomara que continue assim!

Fomos a campo desta forma: Matheus, Rud, Zé, Gauchinho e Beto Paz, Valdecir, Leandro, Sassá e Laguna, Theo e Valdemar. Como grandes opções ainda estávamos servidos de: Raposo, Beto, Juliano, Isaias e Deni.

 

Grande abraço a todos!!! Desejos de uma ótima semana!

Att.: Valdecir Roling

9 pessoas comentaram. Leia e comente também!
www.futebolveterano.com.br | contato@futebolveterano.com.br